Eu sou uma grande (grande) adepta das marcas emergentes de moda feitas por (e em) Portugal. E noto que, muitas vezes, existem ideias erradas sobre estas peças (que são muito caras, por exemplo) e pouca informação, não sabendo bem em quais vale realmente a pena “investir”.

É verdade que as marcas emergentes, devido ao seu design cuidado, às boas práticas de produção e a stocks baixos, têm efetivamente preços bastante diferentes de marcas de “mass market”, mas não podemos comparar coisas que não têm comparação (ao nível da qualidade de materiais, de design e da exclusividade que conferem). Certo?

Sobre as marcas de moda feminina que recomendo, foi difícil escolher apenas sete (talvez escreva uma segunda parte em breve, o que vos parece?), mas aqui estão algumas das minhas sugestões:

1. Mahrla

As colecções da Marhla pautam sempre por um romantismo moderno e, claro, por uma qualidade de confeção que me conquistou desde a primeira peça. Cada coleção tem sempre propostas muito atuais mas, ao mesmo tempo, sinto que são peças que poderei usar para sempre (a prova é que tenho peças da primeira coleção e ainda uso bastante).

2. Sienna

A vibe da Sienna é algo boémia. Boho-cool, diria! À semelhança da Mahrla, apesar de em estilos completamente diferentes, esta marca tem uma estética muito marcada mas em todas as coleções consegue surpreender-nos. A última é a prova disso mesmo: tem sido um furor geral.

3. La Petit Sardine

Se existe algo na tradição portuguesa da qual sou fã foram as cestas. E a La Petite Sardine é a encarnação dos modelos mais clássicos mas, também, dos mais modernos e arrojados. Tudo feito à mão e em Portugal.

4. Rust & May

Uma viagem a Bali foi uma das inspirações desta marca, que começou por ter peças de decoração importadas desta ilha e peças de linho feitas em Portugal. Mas a evolução da marca tem-se focado na moda feminina, com criações originais e sempre especiais.

5. Le Mot

A inspiração é assumidamente parisiense mas a qualidade é a melhor que Portugal tem para oferecer: t-shirts e sweats com frases, palavras e (my fav) riscas. Simples, bonitas e muito (muito) cool. Ah, já falei na qualidade? Incrível. As minhas preferidas.

6. Juliana Bezerra

Até me sinto meia pateta por estar a apresentar a Juliana Bezerra, pois sinto que esta joalheira já não precisa de apresentações. A natureza é sempre o ponto de partida de cada coleção, que se traduz em peças únicas, elegantes e atemporais.

7. Cinco

Novamente, sinto que não preciso apresentar a Cinco que é uma das marcas portuguesas com mais projeção nacional e internacional (nunca será demais recordar que Aimee Song usa bastante as suas peças). A vibe da marca é “simple with attitude”, que se traduz em peças minimalistas, muitas vezes que nos remete para o vintage.

Veja mais dicas de moda em Xanalicious.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.