A adolescência pode ser complicada para o seu filho e também para si. As descobertas e curiosidades passam a ser mais frequentes e entre elas, normalmente, surge o tabaco. É cada vez mais frequente que os adolescentes, com pelo menos 16 anos, já tenham tido a experiência de fumar pelo menos uma vez e é aqui que o papel dos pais é fundamental para auxiliar os filhos a não se habituarem a este vício. Conheça algumas dicas e ajude o seu filho a travar aquilo que se pode tornar um hábito.

- É muito importante que desde cedo se fale com os filhos acerca deste assunto, ainda para mais se os pais forem fumadores.

- Encoraje o seu filho a saber dizer não perante as pressões que os amigos lhe possam fazer. No entanto, é fundamental que não o proíba de estar com eles, apenas lhe faça ver que por os outros fumarem ele não é obrigado a fazê-lo também.

- Visto que está a lidar com adolescentes, é importante que use os argumentos certos para que ele não caia neste vício, como por exemplo, mostrar-lhe os aspetos mais negativos que o tabaco vai produzir na sua vida.

- Se ele já for um fumador mais ativo, é importante que tenha a consciência que deixar de fumar não é fácil e por isso, deve ser paciente com o seu filho e mostrar-lhe outras técnicas que podem ajudar a colmatar a ausência dos cigarros.

- Explique-lhe que existem mais pontos negativos do que positivos e que principalmente um deles é a saúde.

Todas estas informações vão ser essenciais para que o seu filho perceba que o tabaco não é uma coisa saudável para a sua vida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.