"Essa é uma tarefa que tem de ser feita cada vez com maior antecedência, porque não é propriamente um tema que possa ser deixado para o mês em que se está a concluir o curso", disse Ricardo Fabrício, na abertura do IV Fórum de Empregabilidade, que decorre até sexta-feira nas instalações da universidade, no Funchal.

O responsável salientou que o fórum visa facilitar a abordagem dos alunos ao mercado de emprego, sublinhando que está "altamente comprometido" com a criação de um espaço de reflexão e de condições que facilitem a aproximação ao mundo do trabalho.

As sessões formativas incluem temáticas como "Programas e Medidas de Emprego", "Perfis e Carreiras Profissionais nos Serviços Internacionais", "Instrumentos Financeiros para Jovens Empreendedores" e "Pistas e Dicas para Gerir a Presença num Processo de Recrutamento e Seleção".

"O objetivo é colocar os alunos em contacto com potenciais empregadores e dessa relação não têm de resultar imediatamente empregos, mas resultam experiências e uma melhor capacidade para os abordar", explicou Ricardo Fabrício, lembrando que o "ingresso no mercado de trabalho é uma tarefa sempre muito difícil".

O reitor da Universidade da Madeira, José Carmo, também destacou a importância dos contactos entre os alunos e as empresas e entidades públicas que participam no Fórum de Empregabilidade, salientando, ainda, os vários programas de apoio ao emprego, à mobilidade e ao empreendedorismo que são ali apresentados.

"Os estudantes não fazem aqui contratos [de trabalho], mas com certeza que ficam a conhecer hipóteses de emprego e estabelecem contactos para futuros empregos", disse José Carmo, vincando que a iniciativa faz parte do conjunto de ações para "abrir cada vez mais a universidade ao exterior".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.