Um terço (31 por cento) dos jovens que responderam via U-Report, a plataforma online da UNICEF para comunicar com os jovens, disseram que os programas de formação e capacitação que lhes são oferecidos não correspondem às suas aspirações profissionais. Mais de um terço dos entrevistados (39 por cento) disseram que os empregos que eles desejam não estão disponíveis nas suas comunidades.

De acordo com o estudo, as principais competências que os jovens desejam adquirir e que podem ajudá-los a conseguir emprego na próxima década são liderança (22 por cento), seguida de pensamento analítico e inovação (19 por cento), e processamento de dados e informação (16 por cento).

Outra pesquisa global realizada pela PwC revelou que 74% dos diretores executivos de todo o mundo afirmaram que estão preocupados em encontrar as competências certas para que as suas empresas possam crescer.

Para enfrentar alguns destes desafios, a UNICEF e a PwC vão unir forças durante os próximos três anos para ajudar os jovens a nível internacional a adquirir as competências necessárias para os empregos do futuro. Esta colaboração vai fornecer suporte para estudos sobre o desafio da capacitação, cada vez maior em todo o mundo, e vai desenvolver, expandir e financiar programas de ensino e formação na Índia e na África do Sul, entre outros países.

"Os jovens dizem-nos que querem adquirir competências digitais e transferíveis para que possam ter sucesso no mercado de trabalho do futuro", disse Henrietta Fore, diretora executiva da UNICEF. "Esta necessidade crucial só pode ser alcançada através de contribuições de parcerias públicas e privadas a nível global. É por isso que estamos a trabalhar com parceiros como a PwC para oferecer oportunidades de crescimento pessoal e de prosperidade para os jovens do mundo inteiro."

Todos os meses, 10 milhões de jovens atingem a idade para trabalhar e a maioria deles vem de países de baixo e médio rendimento . De acordo com um estudo global, os jovens destes países demoram cerca de um ano e meio, em média, para entrar no mercado de trabalho e quatro anos e meio para encontrar o seu primeiro emprego "decente". Esta situação poderá piorar ainda mais se não for resolvida, já que 20% a 40% dos empregos são ocupados atualmente por jovens entre 16 e 24 anos que serão afetados pela automatização em meados da década de 2030.

"Acreditamos que as empresas têm a responsabilidade de ajudar a enfrentar o desafio do aprimoramento profissional de todas as nossas partes interessadas, inclusive as comunidades nas quais vivemos e trabalhamos e todos os seus cidadãos. E isso também faz sentido em termos comerciais: na mais recente pesquisa global com CEOs da PwC, três quartos deles disseram que a falta de pessoas competentes é uma grande preocupação e risco. Muitas das pessoas que mais necessitam de aprimoramento profissional são as que têm menos acesso a oportunidades", disse Bob Moritz, presidente da rede PwC.

"Ao unir forças com a UNICEF, acreditamos que podemos ajudar a alcançar mais pessoas que de outro modo ficariam negligenciadas. Juntos, o nosso objetivo é promover o aprimoramento profissional de milhões de jovens."

A colaboração entre a UNICEF e a PwC fornecerá suporte para a Plataforma de Revolução de Requalificação do Fórum Económico Mundial, do qual as duas organizações são parceiras fundadoras. Esta plataforma visa fornecer empregos melhores, formação e capacitação para mais de um milhão de pessoas nos próximos dez anos.

Os recursos, expertise e competências da PwC também fornecerão suporte para a Generation Unlimited, uma parceria global organizada pela UNICEF, para ajudar os jovens a fazer com sucesso a transição da fase de educação e formação para um trabalho desejado.

A PwC e a Generation Unlimited reunirão as partes interessadas da sociedade civil, dos setores público e privado para desenvolver oportunidades de investimento, programas e inovações que apoiarão os jovens na sua trajetória para um futuro produtivo e uma cidadania mais envolvente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.