Segundo o relatório, em média, os europeus gostariam de ter 2,3 filhos por mulher, sendo o horário de trabalho pouco flexível o principal obstáculo identificado pelo Instituto de Política Familiar (IPF).

De acordo com o relatório sobre a Evolução da Família na Europa 2014, todos os Estados-membros estão abaixo do nível de substituição geracional (2,1), com Portugal a apresentar o pior índice de fecundidade (1,28), seguindo-se a Polónia (1,31) e a Espanha (1,32).

Por outro lado, a população europeia está cada vez mais envelhecida, com uma idade média de 41,9 anos, quase mais sete do que em 1990.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.