Em causa estão dois projetos que vêm complementar a recém-anunciada construção de 18 apartamentos T1 assistidos para seniores que pretendam manter mais autonomia do que a disponível num lar, mas ainda assim beneficiar de serviços comuns como enfermagem, fisioterapia, lavandaria, etc.

15 coisas que nos tiram anos de vida
15 coisas que nos tiram anos de vida
Ver artigo

"Já temos em construção um pavilhão multiusos que se destina à ampliação do lar de idosos e que nos faz mesmo muita falta", declarou à Lusa o provedor da Misericórdia, António Pina Marques.

"Até aqui utilizávamos o refeitório sempre que precisávamos de um espaço maior, mas isso provocava muitos transtornos em termos de logística e obrigava a sucessivas reorganizações do espaço de forma a acolher os preparativos dos eventos sem inviabilizar o serviço de refeições", explicou.

Eventos com mais conforto para idosos e crianças

O novo edifício destina-se assim à dinamização de eventos com maior participação e procurará garantir a essas iniciativas "melhores condições de realização e, no geral, mais conforto".

Já em obra, envolve uma área de 400 metros quadrados e custará 260.000 euros, verba que a Santa Casa conta suportar com fundos próprios, mas na expectativa de "vir a gastar menos do que o que está previsto nesta fase".

Em todo o caso, António Pina Marques espera que o pavilhão fique concluído antes do próximo Natal, para ainda acolher as iniciativas próprias da época, após o que ficará reservado não apenas para encontros, festas e jogos, mas também para "o arquivo central da Misericórdia, já que incluirá uma área própria para o efeito - e também uma varanda apta a acomodar utentes em cadeira de rodas".

O projeto da Misericórdia de Vale de Cambra relativo à infância, por sua vez, custará um milhão de euros, será executado em duas fases e deverá arrancar logo que a autarquia emita o respetivo licenciamento.

A primeira etapa prevê a construção de novas salas para o ensino pré-escolar, que atualmente acolhe 84 crianças e depois poderá ser frequentado por 100, e a segunda fase criará um centro lúdico para realização de festas temáticas, celebração de aniversários, prática regular de atividades como dança e artes marciais, etc.

Esse edifício irá conectar a creche, o jardim-de-infância e o anunciado centro lúdico, mas esse último terá um acesso independente dos espaços de aula, para facilitar a entrada direta de utilizadores externos no recinto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.