O projeto de inclusão social através da dança "Da Rua para o Palco”, que envolveu 350 jovens da região de Lisboa, vai apresentar um espetáculo final na quinta-feira, nos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian.
Marco De Camillis, coreógrafo e bailarino mentor do projeto, revelou que "Da Rua para o Palco” "teve um grande impacto nos jovens porque foi uma aprendizagem para a dança e para a vida".
"De início, os ensaios foram complicados porque são jovens sem experiência, e não havia um sentido de disciplina, mas fizeram um grande salto de qualidade e aprenderam que se querem fazer alguma coisa na vida têm de tentar agir como profissionais", comentou.
O espetáculo que vai ser apresentado na quinta-feira é o culminar de um projeto apoiado pela Gulbenkian através do Programa de Desenvolvimento Humano e pela Fundação EDP, e ainda apoiado pelo Programa Escolhas.
Marco De Camillis percorreu 10 bairros sociais da grande Lisboa onde, durante dez semanas, realizou uma dezena de workshops de dança, selecionando 350 jovens, dos 14 aos 25 anos.
"Eu próprio nasci num bairro desfavorecido e agora trabalho na área da dança em Portugal, Espanha, Itália e Rússia", comentou o coreógrafo italiano, acrescentando que, "em tempos de crise, é preciso criar as próprias oportunidades".
Nestes workshops foi selecionado um grupo de 48 jovens para participar na construção de um espetáculo, coreografado e ensaiado por Marco de Camillis.
Os ensaios diários decorreram no espaço do Mercado 31 de Janeiro, cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, e foi apresentado um primeiro espetáculo em julho, no Teatro Maria Matos, em Lisboa.
"No final, muitos deles choraram. Estamos a oferecer um sonho a estes jovens. Três foram escolhidos recentemente para um casting do próximo espetáculo de revista do Parque Mayer", disse ainda o coreógrafo.
De Camillis quer prosseguir o projeto para desenvolver a vertente artística e profissional, mas também as suas capacidades de organização, motivação e liderança dos jovens de zonas carenciadas.
Um dos aspetos importantes do projeto, salientou, é que os jovens aprendam a cumprir regras de assiduidade, disciplina, esforço e trabalho em equipa.
Na quinta-feira, será apresentado o espetáculo final do projeto, às 18:00, com entrada livre, no anfiteatro dos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.
Fonte: Lusa
5 de setembro de 2012

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.