Mais de 231 mil estudantes receberam bolsas Erasmus para estudar ou receber formação no estrangeiro durante o ano letivo de 2010-2011, o que constitui um novo recorde e um aumento de 8,5% em relação ao ano anterior.
“O programa Erasmus, cujas bodas de prata se celebram este ano, é uma das maiores histórias de sucesso da União Europeia. Os números falam por si – e seriam ainda mais elevados se tivéssemos os recursos para responder à procura. Nestes tempos difíceis, as competências adquiridas através dos estudos e estágios Erasmus são mais valiosas do que nunca”, refere Androulla Vassiliou, a comissária europeia com o pelouro da Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude.
Os três destinos mais populares para os estudantes em 2010-2011 foram Espanha, França e Reino Unido. A Espanha também enviou o maior número de estudantes para o estrangeiro, seguida pela França e pela Alemanha.
Em Portugal, o número de estudantes no âmbito do programa Erasmus duplicou na última década.
9 de maio de 2012

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.