Segundo o presidente da autarquia, Hermínio Loureiro, o programa "Futebol para Todos" arrancou este mês, envolve 643 crianças de 24 jardins-de-infância e implica três treinos por semana no Centro de Formação Ápio Assunção, com uma prova competitiva ao sábado ou domingo.

"Este é um projeto social e desportivo muito valioso para as crianças", defende o autarca.

"Pretende incutir-lhes valores éticos importantes, como os da participação e persistência, e é também um instrumento de inclusão e formação pessoal a todos os níveis", acrescenta.

Para Carlos Miragaia, coordenador da área formativa da União Desportiva Oliveirense (UDO), o projeto "proporciona a prática desportiva a crianças que não teriam acesso a ela por falta de condições económicas" e consegue assim "afastá-las de maus hábitos", evitando "atitudes sedentárias e inativas".

Hermínio Loureiro acredita que a iniciativa irá demonstrar que "o futebol não é um desporto de elite e pode e deve ser praticado por todos, independentemente da sua idade, habilidade, raça ou sexo".

A coordenação e supervisão técnico-pedagógica do programa "Futebol para Todos" é partilhada entre a autarquia e a UDO, sendo que o financiamento do projeto deverá implicar uma candidatura à Federação Portuguesa de Futebol - estrutura em que Hermínio Loureiro assume a vice-presidência.

Os gastos estimados prendem-se sobretudo com a "operacionalização no terreno" pelos técnicos do clube e pelos professores dos jardins-de-infância, já que, em termos materiais, para a prática da modalidade "apenas é exigido o uso de bolas, coletes e pinos".

Ainda não há um valor definido para a candidatura, mas Carlos Miragaia quer que o projeto tenha continuidade no futuro, de forma a "proporcionar a todas as crianças a igualdade de oportunidades", através de uma idêntica formação de base.

É por esse motivo, aliás, que a iniciativa segue os preceitos do programa "Grassroots", com que a UEFA - União Europeia de Futebol vem promovendo a aprendizagem precoce da modalidade. Essa etapa formativa é encarada como decisiva para a criação de novas gerações de futebolistas e para o seu futuro desempenho ao nível da alta competição.

No mesmo espírito, o programa de Oliveira de Azeméis prevê a criação de uma base de dados sobre as crianças que revelem particular potencial para a prática da modalidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.