1. Não dramatize em demasia as emoções negativas que o seu filho possa vir a ter face à chegada do irmão. Faça o melhor para entender e aceitar o que ele sente.

2. Tendo como ponto de partida o que foi referido anteriormente, brinque com a situação. Ralhar ou ficar aborrecida não é, de todo, a melhor solução no momento.

3. Mas também não minimize os sentimentos do seu filho. Tem de encontrar um meio termo.

4. Envolva o seu filho no nascimento do bebé. Compre uma prenda para ele oferecer ao bebé no primeiro dia em que estiver com ele.

5. A adaptação a um novo elemento na família é um processo a médio ou longo prazo. Fale com uma mãe que já passou pela mesma experiência ou com o pediatra.

6. Dependendo da idade, deixe o seu filho fazer algumas tarefas simples relacionadas com o bebé. Como, por exemplo, quando estiver a mudar a fralda peça ajuda para lhe dar a pomada, depois a fralda... Pode nomeá-lo o seu pequeno ajudante, e ele vai sentir-se mais importante e criará um vínculo maior com o bebé.

Geralmente as crianças entre os 4 e os 6 anos têm tendência para aceitar melhor a chegada de um novo irmão.

As idades mais difíceis são abaixo dos 24 meses.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.