Angelina Jolie e Brad Pitt continuam envolvidos numa batalha judicial por causa da custódia dos seis filhos que têm em comum. Em pleno processo, a revista Us Weekly teve acesso a mais informações relativamente ao assunto.

Advogados da atriz, de 46 anos, apresentaram um documento em dezembro de 2020 alegando que três dos filhos queriam testemunhar contra Pitt.

"As crianças cuja custódia está em cima da mesa já são grandes o suficiente para perceber o que se está a passar", lê-se no referido documento.

"O julgamento vai impactá-los emocionalmente. Três das crianças pediram para testemunhar", continua, notando-se, contudo, que levá-las a fazer isto não tinha justificação e que poderia mesmo ser "cruel".

A revista nota ainda que após a mais recente decisão a favor de Brad Pitt, os advogados da atriz mudaram de estratégia e pediram para que o juiz John Ouderkik fosse retirado do caso, alegando supostos conflitos de interesses.

Recorde-se que Angelina e Brad são pais de Maddox, de 19 anos, Pax, de 17, Zahara, de 16, Shiloh, de 15, e dos gémeos Knox e Vivienne, de 12.

Leia Também: A nova tatuagem de Angelina Jolie é uma indireta para Brad Pitt?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.