Luke Parker Bowles tem uma ligação à família real britânica. O produtor de televisão e cinema, de 44 anos, é sobrinho da rainha consorte Camilla.

O sobrinho da monarca, que foi viver para Nova Jérsia em 2005, refletiu recentemente sobre como foi viver com o 'peso' do apelido Parker Bowles, sobretudo depois da relação de Camilla e Carlos ter sido tornada pública nos anos 1990.

"Foi uma fase difícil. Não foi a melhor altura para ser um Parker Bowles, mas não me assustou", referiu Luke em entrevista ao programa 'Today'. "Todos nós - os meus primos, o meu irmão - sempre estivemos envolvidos em caridade. É muito mais importante estar a fazer ações solidárias, não por ser um 'santo', mas porque nos dá foco", sublinhou.

Numa outra entrevista ao jornal The New York Times, Luke também abordou o assunto: "Foi algo que aprendi ainda muito novo. Foi instigado em mim pelos meus pais e avós porque não queriam que eu fizesse parte do caos do início do relacionamento da minha tia e do príncipe Carlos [à época]".

"Não foi um momento feliz e queria passar ao lado disso, por isso envolvi-me em caridade", completa.

Hoje, Luke é diretor da The Queen Elizabeth II September 11th Garden em Nova Iorque, um memorial construído em honra aos 67 cidadãos britânicos e da Commonwealth que morreram nos ataques terroristas de 2001. Este também fundou e gere o CinemaLab, que ajuda na recuperação de pequenos teatros inseridos em diversas comunidades.

Leia Também: Camilla de férias em centro holístico na Índia (sem o rei Carlos III)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.