Snoop Dogg está a ser processado por abuso sexual. O caso remonta a 2013, mas o processo terá dado entrada em tribunal apenas esta quarta-feira, dia 9 de fevereiro.

Uma mulher acusa o rapper e o seu amigo Bispo Don 'Magic' Juan, também conhecido como Donald Campbell, de a forçarem a fazer sexo oral após um espetáculo realizado na Califórnia.

De acordo com documentos obtidos pelo TMZ, a mulher terá apanhado boleia de Donald Campbell após o espetáculo. O combinado era que a levasse a casa, mas esta adormeceu no carro e quando acordou percebeu que estava afinal em casa do empresário.

A vítima diz ter sido forçada a fazer sexo oral a Bispo Don 'Magic' Juan, tendo acordado com o seu pénis no rosto. Mais tarde, o empresário prometeu-lhe que a ia apresentar a Snoop Dogg para que este a ajudasse a conseguir tonar-se apresentadora de televisão. Foi neste momento que diz ter sido força pelo rapper a entrar numa casa de banho, onde alegadamente terá sido novamente forçada a praticar sexo oral.

Após o ato, Snoop Dogg ter-lhe-á dito que não a contrataria para nenhum projeto porque ela "recusou-se a fazer sexo oral de boa vontade e com entusiasmo".

O músico negou os crimes através de uma misteriosa partilha na rede social Instagram onde dá a entender que terá sido vítima de chantagem por parte desta mulher. Os representantes do artista confirmam esta versão e alegam que esta terá chegado a pedir 10 milhões de dólares [cerca de oito milhões de euros] para manter o silêncio.

Leia Também: Snoop Dogg planeia lançar marca de cachorros quentes, a Snoop Doggs

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.