Shakira "está prestes a ser acusada" de fraude fiscal por dever 14 milhões de euros ao fisco espanhol, avança o jornal El Mundo. As autoridades espanholas defendem que, como residia em Barcelona, em Espanha, entre 2011 e 2014, a intérprete deveria ter declarado todos os rendimentos de que auferiu nesse período naquele país, o que não aconteceu. Os advogados da cantora alegam que 96% são provenientes do estrangeiro.

Essa era também a tese da consultora internacional PricewaterhouseCoopers, que até há pouco tempo defendia os interesses da colombiana. "Até 2015, Shakira nunca passou mais de 183 dias em Espanha, o que está comprovado. Passava, inclusivamente, grandes temporadas com os filhos noutros países, nomeadamente nos EUA, de onde provem a maior parte dos seus compromissos laborais", garantiu entretanto a empresa.

Entretanto, a cantora já assumiu publicamente a disponibilidade para continuar a colaborar com a Administración Tributaria, apesar de considerar que a sua conduta em matéria fiscal "sempre foi irrepreensível em todos os países" onde foi tributada. O ministério público espanhol já concluiu a investigação mas, segundo o jornal El Mundo, ainda está à espera de uma decisão da Fiscalía de Barcelona, que está a ultimar a sua análise.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.