Completou-se esta sexta-feira uma semana desde a morte de Mac Miller, que foi encontrado sem vida na sua residência em Los Angeles. Tinha 26 anos.

O tema tem estado em grande destaque na imprensa internacional e foram agora revelados pormenores sobre o testamento, que o rapper assinou a 12 de novembro de 2013, quando tinha 21 anos.

Segundo uma fonte do The Blast, Mac deixou todo o seu património aos pais. O documento discrimina que os progenitores do músico são os únicos herdeiros de toda a fortuna e pertences.

De recordar que ainda não é conhecida a causa da morte do artista, mas as autoridades apontam para que tenha sido uma overdose.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.