Margarida Rebelo Pinto, a escritora que mais vende em Portugal, não brinca com a crise e decidiu reduzir os seus gastos.

A primeira medida foi, como a própria refere, “abandonar o modelo burguês”. Assim, Margarida trocou a sua vivenda com piscina e jardim, na zona de Paço de Arcos por um apartamento em Lisboa, o que lhe permite poupar uma data de massa.

A escritora revela-se, assim, uma mulher prudente, apesar dos altos rendimentos que lhe advêm dos livros. Em apenas dois meses, a sua última obra, o romance histórico “Minha Querida Inês”, já vendeu 35 mil exemplares, atingindo o 3º lugar do top.

Além disso, “Português Suave”, outro título da autora, está a ser vendido em França e na Alemanha com excelentes tiragens.

A internacionalização dos seus livros faz com que Margarida Rebelo Pinto esteja a planear viajar bastante, como forma de acompanhar mais de perto o processo de promoção a manter contacto mais próximo com os leitores, uma característica que lhe é natural.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.