Ju Isen saltou para as luzes da ribalta no Brasil ao fazer-se sobressair em diversas manifestações contra a presidente Dilma Rousseff.

A jovem brasileira foi entretanto convidada para desfilar pela escola de samba Unidos do Peruche, em São Paulo, mas nem tudo correu bem.

Conta a Ego, do jornal O Globo, que Ju quis desfilar sem roupa, apenas com um tapa-sexo com a cara de Dilma para reforçar o seu contínuo protesto contra a presidente brasileira, mas os responsáveis pela escola não permitiram.

Assim, Ju Isen seguiu para o desfile com um fato cor de pele, tal como aconteceu com os restantes elementos que foram desfilar.

Chateada por não ter conseguido levar a sua ideia avante, Ju começou a despir-se durante o desfile e foi nesse momento que os ânimos se exaltaram – a nudez retira pontos à escola de samba.

Membros da organização obrigaram então Ju Isen a sair do sambódromo e já nos bastidores empurraram-na com violência, tendo acabado por cair.

No seguimento da situação, a jovem deixou-se filmar e fotografar para mostrar os ferimentos visíveis nos braços.

Ju Isen já garantiu que vai agir judicialmente contra as pessoas que a agrediram.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.