O príncipe Harry e Meghan Markle deram nas vistas esta semana depois de ter sido revelada uma capa que o casal protagonizou para a revista Time, a propósito da lista das 100 Pessoas Mais Influentes do Mundo, da qual fazem parte.

No entanto, a fotografia presente na referida capa foi alvo das mais diversas críticas - e piadas - nas redes sociais, pelo facto do duque de Sussex em 'segundo plano'.

Segundo Judi James, especialista em linguagem corporal, as imagens desta sessão fotográfica mostram "um lado muito diferente de Harry e Meghan", representando a mudança no equilíbrio do relacionamento dos dois, uma vez que "o peso está a favor de Meghan", enquanto Harry a "segue".

"Ela estava na liderança na entrevista com a Oprah e o Harry vinha depois, com a Meghan a colocar a sua mão sobre a dele para lhe dar a confiança de que precisava", afirmou Judi em declarações ao Daily Mirror.

Quanto à capa em específico, esta notou: "Isto contraria as suas poses no Reino Unido, onde o Harry era o anfitrião e a Meghan estava a aprender os trâmites da realeza. Nos Estados Unidos a mudança neste equilíbrio foi quase imediato assim que Harry foi introduzido à nata de Hollywood".

A especialista sublinha igualmente que o príncipe aparenta ser um "peixe fora de água" neste retrato.

Leia Também: Capa de Harry e Meghan foi uma "facada" na reputação da rainha Isabel II

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.