Frank Andrew Hoover foi preso em novembro de 2016 por violar uma ordem de restrição imposta pelo tribunal, após ter perseguido Taylor Swift numa corrida de Fórmula 1.

Na altura da detenção, a polícia descobriu que o homem tinha enviado vários e-mails ao pai da cantora. Contudo, os crimes do alegado perseguidor não ficaram por aqui. Os agentes responsáveis encontraram nos e-mails ameaças de morte dirigidas à cantora e a toda a sua família.

"Decidi que vamos acabar com todos os Swifts, porque eu não posso suportar este vírus que a sua filha espalhou", revelou o TMZ, citando parte do processo.

Recorde-se que, no início deste mês, a cantora voltou a ser confrontada com a existência de um fã obcecado, que se dirigiu à polícia para pedir armas com o objetivo de proteger a artista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.