Nuno Homem de Sá esteve esta segunda-feira, dia 6, no programa 'Júlia', para numa emotiva conversa recordar a história da sua vida.

Questionado pela apresentadora sobre os seus primeiros anos de fama, o ator confessa ter-se deixado enredar pelos consumos excessivos de álcool e drogas.

"Principalmente o álcool, e depois... quem se mete no álcool tem sempre a porta aberta para qualquer coisa a seguir", começa por contar. "Tive uns encontros com algumas drogas ilícitas", confessa, explicando que nunca chegou a sentir-se dependente no que respeita às drogas.

"As drogas foram acompanhando aqui e ali, pontualmente, nunca continuadamente", assegura, referindo-se, nomeadamente, ao consumo de "cocaína e anfetaminas".

O mesmo não aconteceu em relação ao álcool e Nuno assume: "Eu era um alcoólico noturno".

Júlia Pinheiro perguntou diretamente ao ator se chegou mesmo a sentir que tinha uma adição. "Sim, para mim um vício é uma coisa que temos de fazer todos os dias", respondeu Nuno Homem de Sá, revelando que passou "30 e tal anos a beber álcool à noite todos os dias".

"Acabei por tomar montes de decisões completamente irrefletidas na minha vida devido ao álcool", admite. "Quando isto se arrasta durante décadas e começo a ver que já tomei demasiadas decisões que nunca teria tomado se não fosse assim, tive de chegar à conclusão que tinha de fazer uma escolha", explica, revelando ter tomado há alguns anos a decisão de deixar de beber.

Reveja aqui as declarações de Nuno Homem de Sá.

Leia Também: Sara Norte: "A nossa Anita partiu. De repente e nos meus braços"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.