Foram divulgadas esta quarta-feira as medidas do Governo para o novo período de confinamento, que terá início à meia noite do dia 15 de janeiro, e várias figuras públicas recorreram às redes sociais para reagir. Rita Ferro Rodrigues não foi exceção e à semelhança de outros famosos mostrou-se entristecida com as restrições no setor da cultura.

Num texto partilhado na sua página de Instagram, a apresentadora começa por dizer que concordava parcialmente "com a decisão de manter as escolas abertas". "Parcial porque defendia hipótese de alunos mais velhos ficarem em casa com ensino online - porém assumo a minha ignorância no que isso poderia significar para muitas famílias".

Por outro lado, está "triste pelo fecho da Cultura". "Que dados existem? Da experiência que tive durante estes meses, a Cultura é segura", defende ainda.

"Não gostaria de estar no lugar do decisor político. Estes tempos são excecionais e acredito na boa intenção - e intenção validada cientificamente - de todos os que tomam decisões por nós. Aceito o confinamento, cumprirei com tanto rigor como o rigor democrático que me vai fazer sair de casa dia 24 de janeiro, com a minha caneta e a minha máscara para votar", frisa por fim.

Leia Também: As primeiras reações dos famosos ao novo recolhimento domiciliário

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.