José Mourinho continua a surpreender nas conferências de imprensa. Na véspera de mais um duelo contra o Barcelona, que se realizará esta quarta-feira, pelas 21 horas, o treinador do Real Madrid perdeu a cabeça, atacou um jornalista e acabou por ameaçar todos os que tentarem “tocar” em Cristiano Ronaldo.

Confrontado com os assobios dos sócios madrilenos a Cristiano, Mourinho saltou em defesa do seu “menino-prodígio”.

“Contra o Maiorca, ele não jogou bem? Trabalhou como um animal! Na segunda parte fez o que a equipa precisava. Que ninguém lhe toque e se algum de vocês lhe quiser tocar vamos ter um problema porque eu não vou deixar…”, garantiu o treinador português aos jornalistas.

Mourinho já estava a ferver em pouco água porque instantes antes tinha visto o seu trabalho ser colocado em causa por um jornalista espanhol. O “special one” foi mais uma vez “picado” por ficar quase sempre a perder nos confrontos diretos com o Barcelona e, como não gostou do que ouviu, ripostou.

“Quantos títulos tenho que ganhar para não arriscar a minha vida e a minha carreira num jogo ou numa eliminatória? Arrisco o mesmo em todos os jogos. Em cada partida arrisco a minha satisfação pessoal… a minha alegria”, concluiu Mourinho.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.