Nascido em Paris, em 1955, Desvarieux foi hospitalizado em 12 de julho depois de ter contraído covid-19 e colocado em coma induzido, devido a um estado de saúde debilitado, na sequência de um transplante renal, indicou a empresa.

A banda cancelou recentemente todos os concertos programados.

"As Índias Ocidentais, África e a música acabam de perder um dos seus maiores embaixadores. Jacob, graças à sua arte, aproximou as Índias Ocidentais e a África. Dakar, onde viveste, chora por ti. Amigo de despedida", escreveu o cantor senegalês Youssou Ndour, numa mensagem divulgada na sexta-feira à noite, na rede social Twitter.

Fundada em 1979 pelos músicos Pierre-Edouard Decimus e Freddy Marshall, a Kassav lançou o primeiro álbum "Love and Ka dance" em 1979, e atingiu o auge da popularidade, com o 'zouk', estilo de música que deu origem a êxitos mundiais cantados em crioulo, como "Zouk la sé sèl médikaman nou ni" (1984), ou "Syé bwa" (1987).

Em 2019, os Kassav tocaram no Campo Pequeno, em Lisboa, no âmbito da digressão mundial para assinalar os 40 anos da banda, marcados também pelo lançamento de um documentário na Netflix.

Leia Também: Olga Prats. Uma carreira distinta na divulgação da música portuguesa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.