O Teatro Experimental de Cascais usou esta segunda-feira as suas redes sociais para lamentar a morte da atriz portuguesa Marília Costa.

A artista, que chegou protagonizar algumas produções da RTP, é caracterizada como "uma companheira do TEC [Teatro Experimental de Cascais] e das gerações mais novas".

"A Marília era aquela atriz bem-disposta, com um sentido grande de humanidade e humor apurado, de gargalhada alta e sincera, sempre pronta a ajudar, com uma palavra bem disposta, sempre connosco mesmo fora de palco, dando incentivo aos colegas", pode ler-se na publicação feita em sua homenagem.

Marília Costa "começou muito nova no Teatro Amador na Associação dos Bombeiros Voluntários de Cascais e logo passou a trabalhar com o TEC, em muitos espectáculos ao longo da vida da Companhia". Do vasto leque de obras em que participou destacam-se 'A maluquinha de Arroios', 'D. Quixote', 'Fuenteovejuna', 'Tartufo', 'Opereta', 'D. João no Jardim das Delícias' e 'Harold e Maude'.

"Será recordada com muita saudade. Até já Marília", despedem-se assim colegas e amigos.

Leia Também: "Abracem as vossas mães". Membros dos Kings of Leon de luto

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.