Margarida Rebelo Pinto está preocupada com o número crescente de casos de violência doméstica e aproveitou a antestreia do filme “Olhos Grandes”, de Tim Burton, para alertar para um flagelo que se saldou na morte de 40 mulheres em Portugal, em 2014.

“Como boa feminista que sou, e defensora dos direitos das mulheres em todos os sentidos, não queria deixar de vir a esta antestreia para perceber como é a história de um homem que se apropria do trabalho da mulher”, especificou a escritora, minutos antes de entrar na sala de cinema.

“Continuamos com números crescentes de violência doméstica, provavelmente por causa da crise. É um problema que está a ser falado a nível mundial, o presidente Barak Obama já o mencionou, e, infelizmente, é o assunto na ordem do dia”, lembra Margarida Rebelo Pinto.

Para a escritora, uma forma de minimizar este flagelo pode passar por “mais campanhas de sensibilização para as mulheres deixarem de ter medo de denunciar que estão a ser abusadas”.

“Acho que o que conhecemos é só uma ponta do iceberg. Só se sabe uma parte daquilo que se passa na realidade….”, lamenta a ativista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.