Madonna (já) faz hoje 63 anos. Apúlia, no sul de Itália, foi o local escolhido para as celebrações, que, tal como em aniversários anteriores, arrancaram antes da data. Ontem à tarde, a cantora, compositora, produtora discográfica, atriz, realizadora e empresária partilhou com os fãs alguns dos presentes que já tinha recebido. Além de joalharia, a intérprete de sucessos globais como "Into the groove", "Papa don't preach", "Vogue" e "Girl gone wild" ganhou uma mala, um chapéu bordado e muitas rosas de várias cores.

O Divina Madonna, um dos muitos perfis criados pelos fãs da (ainda) rainha da pop, também divulgou, nas últimas horas, as primeiras imagens dos festejos em Apúlia. Apesar de viajar muito em trabalho, Madonna faz questão de celebrar sempre o(s) seu(s) aniversário(s) no estrangeiro. O ano passado, a pandemia não a impediu de assinalar a data na Jamaica. Em 2019, após deixar Portugal, abriu uma exceção e ficou em Nova Iorque mas, em 2018, a viver em Lisboa, rumou a Marraquexe, em Marrocos.

Em 2017, Apúlia também tinha sido o destino de eleição de Madonna. Há cinco anos, em 2016, optou por Havana, em Cuba. Nascida a 16 de agosto de 1958 em Bay City, no Michigan, nos EUA, a artista, que há 35 anos lançou "True blue", um dos seus álbuns de maior êxito, já não vende tantos discos como antes, mas continua a ser uma das artistas mais prolíficas. A 8 de outubro, apresenta o documentário da digressão de promoção do disco "Madame X", gravado no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, em janeiro de 2020.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.