As informações divulgadas pela Tatler têm dado muito que falar na imprensa internacional ao longo ds últimos dias. Na sua mais recente edição, a revista alega que Kate Middleton estaria "furiosa" com o aumento de trabalho derivado do afastamento de Harry e Meghan Markle da realeza. Neste sentido, uma das questões que mais chateava a duquesa de Cambridge era o facto de não ter o tempo necessário para se dedicar aos três filhos (George, de seis anos, Charlotte, de cinco e Louis, de dois).

Fontes da publicação relataram ainda uma outra situação referente ao dia do casamento de Meghan e Harry. Na altura, as duquesas terão tido um desentendimento porque ditam as regras do protocolo que as damas de honor (que era o caso de Kate e da filha, Charlotte), devem usar collants. No entanto, como nesse dia estava muito calor (o enlace aconteceu a 19 de maio), Markle disse que não queria que se usasse este acessório, algo que deixou a mulher de William em lágrimas.

Ora, num raro comunicado em resposta a tais alegações, o Palácio de Kensington fez saber que estas informações são "imprecisas" e que "deturpam" a realidade. Para além disso, acrescentou que não teve conhecimento do conteúdo da reportagem antes da sua publicação.

Leia Também: A nova 'obsessão' do príncipe George, segundo Kate Middleton

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.