Kate Middleton e o príncipe William viajaram esta terça-feira, dia 10 de maio, para Manchester para marcarem presença numa comovente homenagem às vítimas do ataque terrorista que há quase cinco anos, a 22 de maio de 2017, causou dezenas de mortos durante um concerto de Ariana Grande na Manchester Arena.

O casal real esteve no memorial, Glade of Light, feito como tributo às 22 vítimas mortais do atentado e às centenas de pessoas feridas.

"Lembro-me muito bem do choque e da tristeza nos rostos daqueles que conheci quando visitei Manchester nos dias que se seguiram a tamanha atrocidade", lembrou o príncipe William ao discursar no local. "Cinco anos depois, sei que a dor e o trauma sentido por muitos não desapareceu", realça.

"Como alguém que vive com sua própria dor, também sei que o que mais importa para os enlutados é que aqueles que perdemos não são esquecidos. Eles viveram. Eles mudaram as nossas vidas. Eles foram amados e são amados. É por isso que memoriais como o Glade of Light são tão importantes", reforçou ainda, justificando assim a sua presença e a da sua esposa no local.

Kate Middleton foi fotografada num gesto emotivo ao ajoelhar-se para colocar um ramo de flores na perda feita em homenagem às vítimas.

Leia Também: Gostava de trabalhar para Kate Middleton? Eis a oportunidade ideal

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.