Kanye West continua a mostrar publicamente a esperança que tem na reconciliação com a sua ex-mulher, Kim Kardashian West.

Num vídeo de cinco minutos intitulado 'Oração do Dia de Ação de Graças', que o rapper de 44 anos publicou na sua conta de Instagram, este revelou a sua gratidão pela família que construiu, apesar da separação.

"Todos os dias só penso em como eu a minha família voltaremos a estar juntos e em comum devo curar a dor de causei. Assumo a responsabilidade pelas minhas ações. Novas palavras de alerta: ações erradas. A única coisa que todos os meus sucessos e falhanços têm em comum sou eu", admitiu.

Kanye realçou o seu caráter temperamental - como este era afetado pelo álcool, e de como a família lidou com os seus episódios maníacos devido ao seu transtorno de bipolaridade.

"Passei por um episódio maníaco em 2016 e fiquei submetido a medicação pesada. Desde então, nem sempre tenho tomado a medicação, o que me deixa suscetível a outros episódios com os quais a minha mulher, a minha família e fãs tiveram de lidar", admite.

Kanye sublinha ainda que as suas visões políticas eram alvo de discussão em casa, sobretudo quanto ao apoio a Donald Trump.

Por fim, o artista nota que cometeu erros e que está disposto a trabalhar neles.

Recorde-se que Kim e Kanye anunciaram o divórcio este ano. Em comum têm quatro filhos - North, de oito anos, Saint, de cinco, Chicago, de três, e Psalm, de dois.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por ye (@kanyewest)

Leia Também: Kanye West quer voltar para Kim Kardashian: "Cometi erros"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.