Julio Iglesias e o filho, Enrique Iglesias, foram espiados por detetives privados, avança a imprensa espanhola. O objetivo? Conseguir provar que Javier Sánchez, um homem de 40 anos que vive em Valência, é filho do cantor. Entretanto, a prova de que tanto se precisava para fazer o teste de ADN foi conseguida, sendo que os resultados apontaram para uma fiabilidade de 99,9%, conforme avançou o advogado de Sanchez, Fernando Osuna, ao El País.

A publicação adianta que a agência de detetives privados procurou saber os pormenores da intimidade dos sete membros da família de Iglesias, durante 18 dias.

No final de março de 2017, uma detetive de nome Lara viajou até Miami, onde vive o artista. No início, Lara começou por seguir Julio José, o filho que menos proteção tinha. Depois seguiu-se a filha Chabeli e ainda os três irmãos do artista: Carlos Luis, Jaime Nathaniel e Ruth. Os detetives conseguiram, inclusive, entrar em Indian Creek, uma ilha exclusivamente para famosos, mas acabaram por desistir devido à elevada vigilância que se percebia na zona.

Após turnos de vigilância de 16 horas por dia, a grande oportunidade chegou às 14h do dia 24 de março. do ano passado: os detetives conseguiram uma garrafa de água por onde Julio Jose tinha bebido, após fazer surf numa praia.

Agora resta perceber se a prova servirá em tribunal.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.