Juan Carlos I, rei emérito de Espanha, comunicou esta segunda-feira, dia 3 de agosto, ao seu filho, o rei Felipe VI, que decidiu abandonar o país.

A decisão de deixar Espanha teve como objetivo evitar a "repercussão pública que estão a gerar certos acontecimentos passados da minha vida privada" e surge no seguimento das investigações sobre os alegados fundos em paraísos fiscais que Juan Carlos deterá.

Sabe-se agora, de acordo com a TVI 24, que o rei emérito deverá ficar exilado em Cascais e que até já terá chegado ao país.

Mas o que acontece à rainha emérita, Dona Sofía?

De acordo com a imprensa espanhola, a decisão de Juan Carlos I não implicará nenhuma mudança na vida de Dona Sofía. A mãe de Felipe continuará a viver no Palácio da Zarzuela e continuará sua atividade institucional, como tem vindo a fazer até aqui.

Dona Sofía, que atualmente está de férias no Palácio Marivent, em Palma, não viu o seu nome envolvido na polémica uma vez que esta não teria nenhum tipo de envolvimento com os negócios do marido.

Esta não é uma decisão de estranhar uma vez que Sofía já havia mantido as suas funções quando há um ano Juan Carlos decidiu afastar-se da vida pública.

Leia Também: Juan Carlos I exilado em Cascais. Rei emérito já está em Portugal

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.