Recentemente, José Castelo Branco anunciou que queria concorrer às próximas legislativas. O nome do seu o partido seria Movimento de Justiça Portuguesa e o slogan da campanha 'basta!'. Informações que não passaram despercebidas a André Ventura, cabeça de lista da coligação Basta às últimas Europeias, que reagiu logo às novidades.

Comentários que deixaram José Castelo Branco desagradado, como o próprio fez saber através de vários vídeos publicados na sua conta do Instagram.

"Vi umas notícias em que há uma entrevista de uma criatura qualquer chamada Ventura que era a cabeça de lista de um partido chamado Basta. Ficou todo ofendido porque eu usei a palavra Basta. Primeiro, senhor Ventura, eu não sabia sequer da existência do seu partido porque nem sequer reparei quando fui votar que existia uma coisa chamada Basta. Segundo, eu não preciso de palco porque o meu palco é natural. Eu já nasci no palco. Terceiro, o senhor devia ter vergonha de me insultar porque eu não lhe fiz bullying rigorosamente nenhum, não o conheço", começou por dizer.

Num outro vídeo, José Castelo Branco acusou André Ventura de ser "homofóbico e transfóbico". "[...] Queria lhe dar dois recados ou três. Primeiro, chamou-me ordinário. Meu querido, vulgar e ordinário é você. Você que é estrebaria. Chamar-me vulgar a mim? Com que direito? Para já é homofóbico, é transfóbico, além de ter as outras fobias todas".

Mas não ficou por aqui e acrescentou: "Além de me chamar ordinário, que acho que é uma coisa abaixo de cão, você é uma criatura que devia ter vergonha, que nem sequer foi ao debate da RTP e foi comentar futebol para a CMTV... Não tenho nada a ver com isso, tem que ganhar dinheiro, claro, mas noblesse oblige... Queria ser uma galinha de poleiro em Bruxelas e depois vai comentar futebol. É melhor ir só como comentador de futebol porque você nem sequer tem categoria para estar à frente de um partido, noblesse oblige. E depois arma-se em direita, em democrata cristão e anda a insultar o próximo. E em monárquico? Qual monarquia? De onde é que vem? Veja a minha genealogia. Não seja pindérico o senhor, que é absolutamente ridículo".

O socialite respondeu ainda às palavras de André Ventura, que disse "que política não era reality show", segundo relata Castelo Branco. "Claro meu querido, não é reality show. [...] E acha que eu sou reality show lá porque fiz reality show? Se você tem que ganhar dinheiro a comentar futebol, eu também tenho que ganhar dinheiro a fazer reality shows, se é o trabalho que me dão. [...] E além disso, você não tem o direito à palavra Basta", afirmou.

De seguida, José Castelo Branco falou ainda das declarações polémicas de André Ventura que foi um dos candidatos à Câmara Municipal de Loures. "Então o senhor - que anda sempre atrás do presidente do Benfica, porque você é um pindérico, que não tem outro nome -, como é que teve coragem de dizer, a concorrer para a presidência da Câmara de Loures, que corria com os ciganos todos. Que mal é que lhe fizeram os ciganos? Eu adoro os 'gypsies'. [...] Devia ter vergonha. Dizer-se monárquico. Mas quem é você para dizer que é monárquico?", rematou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.