Jessica Simpson viu a sua autobiografia, 'Open Book', ser reconhecida como um dos melhores títulos do género na Apple Books de 2020. Uma distinção que levou a cantora a agradecer publicamente o feito e a confessar que este reconhecimento tem para si um significado ainda mais especial pelo facto de ter dislexia e ter sido ela a fazer a narração da obra.

"'Open Book', obrigada pela terapia. Apple Books, obrigada por reconhecerem e respeitarem a minha história. Transformar os meus medos em sabedoria tem sido uma jornada comovente", começa por referir Jessica Simpson numa publicação partilhada na sua conta oficial de Instagram.

"Facto: sou disléxica e esta foi a primeira vez que li em voz alta sem hesitação. Fiz isso pelo ouvinte. Fiz isso pela minha família. Fiz isso por mim mesma", confessa, mostrando-se orgulhosa da sua grande conquista.

O livro da artista, recorde-se, fala sobre a primeira vez em que esta sofreu abuso sexuais e sobre a sua luta contra o vício em álcool para lidar com o stress que a sua carreira lhe provocava.

Leia Também: Perda de peso de Jessica Simpson volta a ser destaque em nova foto

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.