Jada Pinkett Smith falou abertamente sobre a partida do pai, Robsol Pinkett Jr., que morreu de overdose em 2010.

Para a atriz, de 47 anos, foi “difícil” lidar com a notícia porque a última conversa que teve com o progenitor resultou numa grande discussão por causa da recaída de Robsol, que lutava contra o vício de drogas e álcool.

Esta segunda-feira, durante o programa ‘Red Table Talk’, Jada alegou que o pai só quis dar-se bem consigo depois de se ter tornado famosa.

“Quando cheguei à posição em que cheguei ele quis voltar a dar-se bem comigo. Isso magoou-me”, confessou a artista. “Quando ele morreu de overdose, recebi a chamada do Caleeb [irmão da atriz]. O que mais me custou é que eu e ele tínhamos tido uma grande discussão quando descobri que ele tinha tido uma recaída. Foi do género: ‘Não te devo nada e tu não fizeste nada por mim nem pelo Caleeb’”, partilhou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.