Recentemente, foram pirateados pelo site Football Leaks uma série de emails antigos enviados por David Beckham, que deixaram algumas dúvidas quanto ao seu trabalho solidário.

De acordo com o Daily Mirror, os emails dão a entender que o antigo futebolista se juntava a boas causas com o objetivo de conseguir o título de cavaleiro e ser condecorado com a Ordem do Império Britânico.

Depois do porta-voz do marido de Victoria Beckham ter afirmado que os emails “pirateados” são “antigos” e “tirados fora do contexto”, agora foi revelado que a empresa que representa o ex-jogador foi “chantageada”.

Segundo a publicação, inicialmente os hackers abordaram a Doyen Sports, que tem sede em Portugal, e pediram um milhão de euros. Como a firma se recusou a pagar, os emails foram passados para o site Football Leaks. No entanto, o Football Leaks desmente a chantagem.

No meio de toda a polémica, a Unicef, que convidou Beckham para ser um dos seus embaixadores da boa vontade, defendeu o antigo futebolista e disse estar “orgulhosa” do seu trabalho solidário.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.