A família real britânica ofereceu abrigo a refugiados ucranianos, revelou uma fonte à Sky News.

Além das doações em dinheiro e do apoio público a diversas organizações que têm como objetivo ajudar o povo ucraniano a enfrentar os danos causados pela invasão russa, a rainha Isabel II terá decidido oferecer algumas das suas propriedades para acolher mulheres e crianças vindas da Ucrânia.

A casa real junta-se ao leque de políticos, líderes empresariais e milhares de outras pessoas que se ofereceram para abrigar os cerca de 54 mil refugiados que chegaram ao Reino Unido nos últimos três meses.

Apesar de esta ajuda da família real britânica ter sido tornada pública pela imprensa, as fontes oficiais do Palácio de Buckingham continuam a optar por não confirmar tais informações. A casa real quer continuar a "a ajudar de várias maneiras" mas sem tornar públicas as suas doações, tal como revelou recentemente uma fonte oficial.

Leia Também: Tiara usada pela princesa Diana no seu casamento vai estar em exposição

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.