Hervé Pierre ficou conhecido após ter desenhado um elegante vestido para Melania Trump usar na tomada de posse de Donald Trump e, desde então, a sua colaboração não mais terminou.

Na altura em que a atual primeira-dama procurava um estilista foram alguns os nomes sonantes que se recusaram a trabalhar com ela, como é o caso de Marc Jacobs e Tom Ford. Contudo, Pierre acredita que não se devem misturar crenças políticas com trabalho.

A beleza neste país é democrática, por isso certas pessoas querem vestir certas pessoas e outras não”, afirmou em entrevista ao New York Times. “Eu escolhi fazê-lo. Se te esqueceres da política, ou o que quer que seja, por trás disso, as necessidades são muitos interessantes em atender. Mesmo se não criar as roupas, é muito original considerar como deverá ser concebida a peça”, acrescentou.

O designer – que já foi diretor criativo de Carolina Herrera – afirmou que tanto ele, como Melania, ainda estão a adaptar-se aos seus cargos. “Quando se trabalha com uma mulher não se trata das roupas, mas da forma como a pessoa vive: o que come, como se organiza, as suas flores”, referiu, acrescentando que há sempre uma questão que faz antes de criar a peça: “Onde é que esta pessoa vai?”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.