Agir fez uma reflexão sobre a cultura de trabalho na sociedade atual, que partilhou através das stories da sua conta de Instagram.

"A maioria das pessoas passa 70% da vida a trabalhar em algo que muitas vezes nem gosta em vez de passar tempo com família e amigos a conhecer o mundo. Visto que só se vive uma vez não é difícil concluir que temos um sistema de merda. Não devíamos ser escravos do trabalho/dinheiro", começa por dizer.

Posteriormente defende: "Este mundo está tão na merda que nos revoltamos com quem não quer trabalhar e prefere viver, porque 'sustentamos' quem não quer trabalhar em vez de nos revoltarmos com um sistema que nos obriga a passar a maior parte do tempo a trabalhar para sobreviver em vez de viver".

Concorda com esta posição?

Leia Também: Agir e Catarina Gama deram o nó há três anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.