Esta quinta-feira, tomou lugar no Dolby Theatre, em Hollywood, mais uma entrega de prémios que distinguiu George Clooney com o American Film Institute Life Achievement Award. O ator fez-se acompanhar na cerimónia pela mulher, Amal, que veio a ser um dos destaques da noite ao falar pela primeira vez em público da história de amor do casal.

Amal subiu ao palco para dedicar algumas palavras ao marido e acabou por deixar a plateia emocionada com o discurso dominado pela paixão e admiração pelo companheiro.

"Apesar da modéstia do George em atribuir muito do seu sucesso à sorte, eu acho que foi o seu talento incrível e a sua personalidade que o trouxeram até aqui", começou por dizer.

"Quando o conheci tinha 35 anos, quando estava acostumada à ideia de ser sempre solteira. E aí nós conhecemo-nos e começámos a esconder-nos no seu apartamento em Londres e senti que, não importava o que acontecesse, eu não ia querer estar com mais ninguém", contou.

Já com todos os olhares da plateia a brilhar, a advogada continuou: "Não conseguia dormir quando estávamos separados e diziam-me que ficava a sorrir quando lia as mensagens ou cartas que ele deixava na minha mala. Cinco anos depois, nada mudou. Ele é a pessoa que tem a minha total admiração e cujos sorrisos me fazem derreter".

George Clooney sorria, mas as palavras mais simbólicas estavam guardadas para o fim. "Meu amor, o que encontrei em ti foi o grande amor com que sempre sonhei. Ver-te e aos nossos filhos, Ella e Alexander, é a maior alegria da minha vida", rematou a advogada.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.