Drew Barrymore é casou-se com Will Kopelman em 2012 e depois de mais um cheio de amor, admite que levou algum tempo para perceber que o consultor era o homem perfeito.

"Não foi amor à primeira vista. Will era uma pessoa que estava sempre acessível no telemóvel, uma pessoa elegante. Mas o que eu amo nele é o seu poder de escolha, ele escolhe sempre ser boa pessoa todos os dias", disse a celebridade.

Apesar de estarem ambos muito felizes, Drew confessou à revista americana InStyle que são muito diferentes.

"Relativamente aos gostos, nós somos o oposto, o que se torna difícil", acrescentou.

No que diz respeito ao seu livro, a estrela disse ainda que ‘Wildflower’ é para ser uma espécie de “carta de amor” para as suas filhas e tem evitado escrever sobre os seus relacionamentos do passado.

"É uma questão de respeito. Achei que não era adequado discutir as relações e encontro que tive com outras pessoas. Essas lembranças estão todas guardadas numa caixa na prateleira de cima do armário. Existem, são bonitas (as lembranças) mas pertencem a uma terra secreta. Quero que este livro seja um car ta de amor para as minhas filhas, Frankie e Olive", completou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.