O The Hollywood Reporter teve acesso aos vídeos do depoimento de Robin Thicke no caso de plágio do tema ‘Blurred Lines’, interpretado com Pharrell Willimas.

Nas imagens tornadas públicas pela revista norte-americana, o cantor admite, perante a justiça, que “estava bêbado e drogado” em todas as entrevistas que deu em 2014, ano de sucesso da música em questão.

Ainda que não seja uma novidade que o julgamento ficou envolto em polémica, estas imagens vêm revelar que Robin Thicke foi mais longe do que a maioria das pessoas julgava.

A participação no programa de Oprah Winfrey é incluído pelo artista no conjunto de entrevistas dadas sob o efeito de álcool e estupefacientes.

Além desta confissão, Robin Thicke admitiu ainda que não se considera uma pessoa honesta e que mente aos jornalistas, dizendo o que o leva a vender mais discos em detrimento da verdade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.