Três pares de chuteiras de Cristiano Ronaldo desapareceram ontem dos vestiários do estádio Alianz Arena, em Munique,  duas horas antes do jogo Bayern/Real Madrid para a Liga dos Campeões.

Os ladrões, ainda não identificados, levaram também as botas de Mesut Özil e de Karim Benzema, além de camisolas e outros artigos.

“É uma vergonha! Não nos intimidam! Somos o Real Madrid com ou sem chuteiras!”, escreveu no Twitter Eladio Paramés, porta-voz treinador José Mourinho, confirmando o acontecimento. Por causa disso, o clube espanhol já fez uma queixa oficial junto da UEFA, organizadora da competição.

Como é habitual antes de cada desafio, os roupeiros do Real prepararam durante o dia o material de cada jogador no vestiário do estádio em Munique. Duas horas antes de a sua equipa entrar em campo, deram conta do roubo e tiveram de arranjar novas chuteiras para os três futebolistas acima referidos.

Coincidência ou não, a verdade é que Ronaldo, espoliado das suas botas de estimação, não conseguiu acertar na baliza dos alemães, que ganharam por 2-1.

Espera-se agora a “vingança” dos madrilenos no jogo da segunda-mão no seu estádio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.