Taylor Swift decidiu ajudar duas mulheres e doou 13 mil dólares (cerca de 10 mil euros) para evitar que estas fossem despejadas.

O Washington Post apresentou Shelbie Selewski, uma mulher de Detroit, num artigo sobre pessoas que estavam com as rendas e algumas contas em atraso por causa da crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Selewski, que está no desemprego e ganha 200 dólares (164 euros) por semana, teve de vender a televisão da família para ajudar nas despesas e lançou uma campanha na plataforma GoFundMe para tentar receber alguma ajuda monetária nesta fase difícil.

“Nunca pensei usar a GoFundMe, mas com o Natal a aproximar-se, simplesmente não sabia o que fazer", escreveu Selewski. “O dinheiro irá diretamente para manter as nossas luzes acesas nesta temporada e tentar pagar alguma renda para não sermos despejados. Qualquer dinheiro restante irá para as crianças", acrescentou.

Após ficar a par desta história, Taylor Swift tornou-se na principal doadora. "Shelbie, envio-lhe este presente depois de ter lido a sua história no Washington Post. Ninguém devia sentir este tipo de stress que foi colocado em si", escreveu a artista, de 30 anos, no quadro das mensagens. "Espero que você e a sua linda família tenham um ótimo feriado. Com amor, Taylor", rematou.

Segundo o Page Six, a cantora também doou a mesma quantia a uma mãe de Nashville, chamada Nikki Cornwell, que também estava com as rendas em atraso. “Nikki, li sobre si no Washington Post e achei que foi muito corajoso da sua parte partilhar a sua história”, escreveu Swift. “Sinto muito por tudo que passou este ano e queria enviar-lhe este presente, de uma miúda de Nashville para outra. Com amor, Taylor".

Leia Também: Fãs acreditam que Taylor Swift casou em segredo por causa desta foto

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.