A viúva de Chadwick Boseman, Taylor Simone Ledward, entrou esta quinta-feira, dia 15, com um processo em tribunal com o objetivo de ser reconhecida como uma das legítimas herdeiras e, neste caso, administradora do património do ator de 'Pantera Negra', com um poder limitado.

Tal aconteceu porque o artista morreu (no dia 28 de agosto) sem deixar um testamento. Segundo o The Blast, Boseman acreditava que iria recuperar do cancro do cólon, pelo que nunca viu necessidade em levar adiante o documento.

O valor estimado - que apenas inclui os imóveis do artista - está avaliado em mais de 800 mil euros.

Para além da viúva, no processo ainda são indicados mais dois herdeiros, nomeadamente os pais do ator.

Recorde-se que a estrela da cinema casou secretamente com Taylor, pouco tempo depois de terem ficado noivos em outubro de 2019.

Leia Também: Chadwick Boseman enterrado perto da sua terra natal

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.