O príncipe Carlos, herdeiro do trono britânico, reconheceu hoje a "honra" que representa o desejo de sua mãe, Isabel II, de que a sua esposa, Camilla, seja conhecida como rainha consorte quando for ordenado rei.

"Neste dia histórico, a minha esposa e eu juntamo-nos a todos vocês para dar os parabéns a Sua Majestade a Rainha pela notável conquista de servir esta nação, os reinos e a Commonwealth nos últimos setenta anos", diz o comunicado assinado pelo príncipe.

"Estamos profundamente conscientes da honra que representa o desejo da minha mãe", diz Carlos na nota, na qual também afirma que "a devoção da rainha ao bem-estar de todo o seu povo inspira uma admiração maior a cada ano que passa".

A rainha Isabel II declarou no sábado numa mensagem ao país, na véspera do seu Jubileu de Platina, que Camilla deverá ser rainha consorte quando o príncipe a suceder no trono britânico.

Numa mensagem na véspera do 70.º aniversário da sua ascensão ao trono, a soberana, 95 anos, manifestou o seu "sincero desejo" de que "Camilla seja designada como rainha consorte" quando Carlos for empossado Rei de Inglaterra.

Até ao momento, admitia-se que Camilla, 74 anos, a segunda mulher de Carlos, com 73 anos, apenas seria princesa consorte.

"Quando, na plenitude dos tempos, o meu filho Carlos se tornar rei, sei que lhe vão dar e à sua esposa Camilla o mesmo apoio que me deram, e é meu sincero desejo que, nesse momento, Camilla seja conhecida como rainha consorte, enquanto continua seu próprio serviço leal", escreveu a monarca.

A rainha aludiu ainda ao "forte apoio" que tem recebido da sua família e sobretudo do seu falecido marido, o príncipe Philip, que diz ter sido um parceiro "disposto a desempenhar o papel de consorte e a fazer desinteressadamente os sacrifícios que o acompanharam".

O príncipe de Gales bateu o recorde da história britânica por esperar para ascender ao trono, depois de se tornar herdeiro aos 3 anos.

"Enquanto procuramos juntos servir e apoiar Sua Majestade e as pessoas de nossas comunidades, a minha querida esposa tem sido meu apoio constante", disse Carlos acerca de Camilla, com quem se casou em 2005.

O príncipe concluiu a nota dizendo que este ano de comemoração do Jubileu oferece "uma oportunidade" para a união de todos "na celebração do serviço da Rainha, cujo exemplo continuará a guiar todos nos próximos anos".

Leia Também: Isabel II revela que aprova o título de rainha consorte para Camilla

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.