O recorde pertencia até agora a "Hello" de Adele, com 3,3 mil milhões, mas Camila Cabello acaba de lho roubar. Um ano depois de apresentar o seu primeiro álbum, lançado no dia 12 de janeiro de 2018, a cantora tem (muitas) razões para estar feliz. "Havana", com 3,4 mil milhões de escutas, das quais 1,1 mil milhões no Spotify, acaba de se tornar na canção feminina mais ouvida de todos os tempos nas plataformas de streaming.

"No início, [as canções que integram o disco] eram os meus pequenos segredos. Agora, são elos que nos ligam", agradeceu publicamente a americana de origem cubana, uma das ex-vocalistas do grupo feminino Fifth Harmony. Depois de "Camila", a cantora nascida em Cojímar tem passado parte dos últimos meses a gravar o sucessor do álbum de estreia. "Estou ansiosa para vos mostrar o próximo capítulo", desabafa.

"É a coisa mais louca em que trabalhei até hoje", assegura a intérprete de êxitos como "Never be the same" e "Bad things". Além de Ed Sheeran, o lusodescendente Shawn Mendes, filho de um algarvio que emigrou para o Canadá, com quem já tinha cantado "I know what you did last summer", é um dos nomes que poderão colaborar com a cantora e compositora em "CC2", ainda sem data de lançamento anunciada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.