Há um ano, Gwyneth Paltrow contou numa entrevista a Howard Stern que quando namorava com Brad Pitt o ator confrontou Harvey Weinstein quando este se insinuou à artista, no quarto de hotel onde se encontrava hospedada.

Intitulado como herói pela jornalista Christiane Amanpour, Brad afirmou: "Oh, acho que isso é demais".

"No momento, era apenas um rapaz de Ozarks e é dessa maneira que nós confrontamos as coisas", fez saber.

"Apenas queria ter a certeza que nada tinha acontecido porque ela ia fazer dois filmes [com o Weinstein]. Acho que a parte interessante é que nós, Hollywood especificamente, à exceção do lugar de trabalho, as dinâmicas femininas e masculinas têm sido adaptadas, adaptadas de uma forma muito boa. Acho que é uma boa história para ser contada", completou.

Leia Também: Brad Pitt defende: "A masculinidade é uma prisão"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.