Bárbara Guimarães usou a sua página de Facebook, criada há cerca de um mês, para agradecer o apoio que tem recebido por parte dos seus seguidores.

“Muito obrigada pelas centenas de mensagens que tenho recebido aqui. Tenho tentado responder a todas e peço desculpa se ainda não respondi a alguma. Obrigado pelo vosso apoio e pelas vossas mensagens”, escreveu a apresentadora da SIC, que continua a ver o seu nome envolvido em sucessivas polémicas desde o seu divórcio de Manuel Maria Carrilho, no final do ano passado.

Segundo a revista “Lux” desta semana, o ex-ministro da Cultura foi visto a agredir Bárbara Guimarães no colégio que os dois filhos de ambos, Dinis e Carlota, frequentam, no dia da “Festa das Famílias”.

“A Bárbara aproximou-se da filha para a beijar e o Carrilho agrediu-a. Começou a chamar-lhe nomes, empurrou-a contra um armário e deu-lhe um estalo. Houve logo um pai que até disse que ele não podia fazer aquilo. Ela saiu logo a chorar e ele foi atrás dela, com a filha ao colo, a insultá-la”, relatou uma testemunha, não identificada, àquela publicação. 

Manuel Maria Carrilho já negou categoricamente a veracidade da história, garantindo que “é totalmente falsa” e tem contornos “grotescos”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.