Robert Wagner, de 87 anos, foi considerado pelas autoridades suspeito da morte por afogamento da atriz Natalie Wood, com quem era casado.

A atriz norte-americana morreu em 1981, após um passeio de barco com Wagner. A polícia considerou, na época, que a morte de Natalie ocorreu de forma acidental, mas em 2011 reabriram o processo após constatarem que os hematomas no corpo da atriz poderiam não ter sido acidentais.

Em 2012, as autoridades mudaram a causa da morte para "afogamento e outros fatores indeterminados", sem explicar o motivo. Um ano depois (2013), Wagner recusou-se a falar com a polícia sobre o caso.

Agora, 37 anos depois da morte de Natalie Wood, as autoridades de Los Angeles deram uma entrevista à CBS, no âmbito do documentário ‘Natalie Wood: Death in Dark Water’, e voltaram a manifestar vontade de interrogar o “suspeito” Robert Wagner.

“Ao investigar este caso durante seis anos, acho que existe mais do que um suspeito. Nós sabemos que Wagner foi a última pessoa a ver Wood antes dela desaparecer”, afirmou o xerife John Corina.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.