Numa altura em que se encontra a promover o filme 'Aquaman', Amber Heard voltou a ser grande destaque da imprensa internacional e alguns aspetos da vida privada deram que falar, nomeadamente o fim do conturbado casamento com Johnny Depp.

Numa carta aberta publicada pelo The Washington Post, a atriz revelou que após tornar públicas as acusações de violência contra o ator viveu um verdadeiro terror.

Amber revela que foi "perseguida" e que colocou em risco a sua carreira. "Escrevo isto como uma mulher que precisou de mudar o número do telefone semanalmente por receber ameaças de morte", afirmou.

"Durante meses, raramente saía do meu apartamento e, quando saía, era perseguida por câmaras em drones e fotógrafos a pé, em motas e carros. Há dois anos, tornei-me figura pública ao representar vítimas de abuso doméstico e senti a força da cultura de ódio contra mulheres que dizem a verdade", acrescentou.

Porém, tudo veio a acabar bem. Apesar de todas as polémicas, o ex-casal conseguiu finalizar o divórcio de forma amigável. Amber retirou as queixas contra Depp e recebeu uma indemnização que veio a doar a instituições.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.